terça-feira, janeiro 27, 2015

O Código de Defesa do Consumidor existe, não pague os valores do IPTU e ISS abusivos. Procure o juciciário

IPTU 2014-page-001
IPTU de 2104
IPTU 2015-page-001
                                                IPTU de 2015

Os cidadãos de Ilhéus estão sendo compelidos a pagar a luxúria do grupo do prefeito Jabes, Isaac Albagli e John Ribeiro com o aumento extorsivo, isto com a conivência de quase todos vereadores, o que reputamos como caso de polícia. Observem nos recibos de IPTU acima que um pessoa pagou em 2014 – R$ 738,34 e agora 2015 –  R$ 1.702,52. Neste caso específico o aumento foi sem critério objetivo mais de 230%, o que reflete num assalto ao eleitor-cidadão-contribuinte.

É de ser observado que existem casos que o aumento chega a mais de 2.000%, o que não é aceitável, considerando o desrespeito que existe por parte do Prefeito quando não fez nenhum benefício que pudesse justificar o aumento do IPTU, quando mais da maneira que está fazendo aleatoriamente, sem critérios aparentes, o que traduz em abuso de autoridade.

No Brasil em vários Estados a população em casos idênticos tem buscado seus direitos na Justiça, pois,  abusos dessa estirpe, têm sido coibidos, razão porque, você também pode procurar um Defensor Público ou um advogado de sua confiança para agitar a judiciário com o desiderato de  rever tal situação.

O vereador e advogado Cosme Araújo, membro da Comissão de Justiça da Câmara de Ilhéus orienta ao cidadão(a), que não pague o IPTU/ISS se não considera razoável os valores apresentados nos carnês, e que procure um operador do direito para lhe ajudar resolver essa ignominia perpetrada por esse desgoverno. O Vereador coloca-se a disposição de quem queira mais informações como não permitir que se perpetue essa cobrança abusiva e despropositada. Telefones: 8823.8517, 8150.5993, 9169.7217 e 3633.5014.

Obs: Se você pagar o IPTU ou ISS mesmo sem aceitar os percentuais abusivos não discutindo no judiciário, ficará no prejuízo, pois, após decisão que pode favorecer quem assim proceder, você não poderá reaver a diferença que pagou.  Não esqueçam que no passado o secretário Isaac Albagli quando vereador fez uma campanha ferrenha para que a população não pagasse o aumento extorsivo desses impostos, inclusive, segundo ele mesmo os parentes dele até hoje  não pagaram e, não existe problema nenhum.

Do site O Defensor.

CEAC/Ilhéus homenageia notáveis


O conceituado advogado criminalista, Cosme Araújo, homenageado no quesito notável no direito e na justiça,  durante as festividades do décimo segundo aniversário de criação do Dia Municipal da Secretária do Lar, 27 de abril, na cidade de Ilhéus.

Além de Araújo, outras autoridades também foram condecoradas no evento. A juíza Federal, Karine Carlos Rhem da Silva e o eterno professor e ex-procurador da República, Israel Nunes, (in memoriam).

Com mais de 30 anos na atividade da advocacia e grande parte destes na atuação no Direito Criminal, Cosme Araújo leva consigo, o destaque de ser um dos maiores reveladores da boa safra de advogados e, com grande atuação, dentro e fora dos tribunais em vários Estados da Federação.

“Estou contente por fazer parte desta história. É uma satisfação ser homenageado pelo tempo dedicado à advocacia com zelo, presteza e sem nunca fugir dos princípios éticos e morais”, concluiu Cosme Araújo.

Redação: Fábio Roberto

segunda-feira, janeiro 26, 2015

A crise do PT, por Aldo Fornazieri

Texto de Aldo Fornazieri no GGN.



A crise do PT é uma evidência que ganhou relevo a partir da entrevista da senadora Marta Suplicy ao Estadão, asseverando que ou o partido “muda ou acaba”. O presidente Lula já vinha emitindo juízos acerca da crise do partido mesmo durante a campanha eleitoral. Afirmou que o PT se tornou um partido igual aos outros, que se transformou num partido de gabinetes e que se corrompeu, tornando-se “uma máquina de fazer dinheiro”. Em diagnósticos mais recentes, Lula tem emitido a opinião de que o partido está burocratizado, de que está distante dos movimentos sociais e da juventude e de que há uma excessiva centralização. A existência da crise do PT, assim, não é uma invenção de intelectuais, da imprensa ou do PIG. É uma realidade admitida pelo maior líder do partido.

A redução da bancada federal petista, a estrondosa derrota do partido em São Paulo, a redução da margem de votos na vitória de Dilma em 2014 são resultados que devem ser debitados a dois grandes fatores: 1) aos erros do governo na condução da política econômica no primeiro mandato; 2) à imagem desgastada e de partido corrupto do PT, que carrega nos ombros os escândalos do mensalão e da Petrobras, além de outros escândalos que ganharam repercussão na opinião pública, com o empenho da grande mídia. Mas é preciso dizer que o empenho da mídia em desgastar o partido e o governo não anula e não isenta o PT e integrantes do governo da prática dos mal feitos. Também o fato de que no caso do mensalão a corrupção foi praticada para financiar campanhas, como admitiram ex-dirigentes, não torna a prática menos condenável. A imagem do PT como partido corrupto e a disseminação do antipetismo em amplos setores sociais são realidades que precisam ser enfrentadas se o partido quiser se reposicionar de forma correta nas disputas futuras.

A burocratização e a oligarquização são tendências naturais dos partidos, mesmo daqueles que nascem de bases populares e de massa, como é o caso do PT. Robert Michels evidenciou essa tendência em seu clássico “Sociologia dos Partidos Políticos” que completa, neste ano, o centenário de sua publicação. Michels mostra que os partidos de massa no início se caracterizam pela participação espontânea, pelo sentido coletivo e pelas práticas democráticas internas. Na medida em que a organização se consolida, os partidos se tornarem estruturas profissionais burocratizadas comandadas por chefes oligarcas que fazem perdurar seu mando no tempo e se tornam quase que inamovíveis. A militância vai se tornando cada vez mais uma massa de manobra, perde sua relevância e as direções só mudam quando ocorre uma feroz luta de novos chefes contra os velhos oligarcas. O PT não fugiu a essa “lei de bronze da oligarquia”, descoberta por Michels.

A corrupção partidária se relaciona a causas mais complexas. Em primeiro lugar há a questão clássica de que o poder corrompe. Ela se relaciona à natureza humana: sendo os seres humanos ambiciosos e egoístas propendem mais ao mal do que ao bem e só fazem o bem quando obrigados ou quando são portadores de grande virtù, sacramentou Maquiavel. Admitindo-se que o PT cresceu e se fortaleceu, na oposição, como partido da virtude, não só por defender a ética na política, mas por ser o partido que lutava por direitos e se colocava nas ruas ao lado dos movimentos sociais e dos mais necessitados, pode-se dizer que o poder provocou uma corrupção de princípios no partido. Lideres petistas e quadros intermediários, provenientes do movimento sindical, dos movimentos sociais e da intelectualidade da classe média, ascenderam social e economicamente com a ascensão do PT ao poder. Com o colapso da ideologia socialista e com a ausência de uma ideologia republicana da virtude no partido, houve um processo de acomodação às benesses de poder e de status social e econômico de muitos petistas. Arrogância, exibicionismo, sinais exteriores de riqueza e falta de humildade acompanharam essa acomodação. O cálculo pragmático dos interesses de poder substituiu as considerações de princípios e as virtudes necessárias para realizar as grandes transformações e construir a grandeza da república.

O PT perdeu a vitalidade virtuosa

Com a perda da vitalidade virtuosa do partido, os grandes embates congressuais e as mobilizações de rua em torno das reformas estruturantes, como a taxação das grandes fortunas, a reforma tributária equitativa e a reforma política, deixaram de existir. Daí à corrupção pecuniária e do Estado, seja para financiar campanhas, seja para benefício pessoal, foi um desdobramento natural da corrupção de princípios. Enfim, o poder enfraqueceu as antigas virtudes partidárias e amoleceu a disposição para a luta, resultando o afastamento das ruas, dos movimentos sociais e um bloqueio do debate interno. Muita gente, com razão, se sentiu traída pelo partido. Se o PT não desfizer sua imagem de partido corrupto estará realizando sua anti-história, seu anti-destino, pois ele foi a principal promessa da história republicana do Brasil de resgatar a justiça e conferir dignidade à política.

O PT pode mudar a ponto de retomar a trajetória de um partido virtuoso, capaz de apontar os caminhos das grandes reformas e mudanças do Brasil? A resposta a esta indagação é incerta. O poder, a perda da vitalidade virtuosa, a existência de um dirigismo burocrático e pragmático que vai se sobrepondo à antiga militância, são fatores que bloqueiam a mudança do partido. Nestes termos, o PT tende a se firmar como um partido normal, com diferenças circunstanciais em relação aos outros partidos. Com isso, o Brasil continuará penando na trágica normalidade da desigualdade, dos carecimentos sociais e da violência, por muito tempo. O PT ficará na história como o partido que promoveu uma política social integradora, mas insuficiente para uma transformação paradigmática do país.

Em que circunstâncias o PT poderia mudar? Infelizmente, não existem correntes internas ao partido com força suficiente e com lucidez política e programática capazes de liderar uma luta reformadora. As próprias correntes mais à esquerda são um misto de perdição em devaneios ideológicos com o pragmatismo necessário ao jogo dos interesses próprios.

Mesmo assim, restam algumas alternativas para o PT mudar. A primeira consiste na possibilidade de Lula assumir um movimento, fundado num projeto, de reforma e refundação do partido. Esse movimento, por um lado, deveria resgatar princípios virtuosos antigos, que davam força a combatividade militante ao partido e, por outro, precisaria construir um programa capaz de apontar o caminho da grande transformação do Brasil orientada para a redução das desigualdades, para a revolução científica e tecnológica e para o reposicionamento do país no contexto global. O que há de positivo neste aspecto é que Lula vem se mostrando inquieto com os descaminhos do partido. E só ele teria força e liderança suficientes para provocar essa reviravolta.

A segunda alternativa consiste na possibilidade de o governo Dilma se tornar um demiurgo capaz de construir um novo caminho, assentando não só as bases, mas fincando os principais pilares das grandes transformações do Brasil. Se o governo for capaz dessa façanha poderá exercer um poder de arrasto sobre o PT, obrigando-o a uma reforma interna. A terceira alternativa consiste na derrota eleitoral em 2018. Nesse caso, o saldo da experiência do partido em 16 anos de governo se revelaria negativo. O partido, provavelmente, passaria por um período de conturbações internas, de intensas disputas e de tentativas de mudança de rumos. E, por fim, poderá a administração Haddad alcançar estrondoso sucesso a ponto de ressignificar a imagem e o programa do partido junto à sociedade? Ainda não há elementos conclusivos para responder afirmativamente essa indagação. Como se vê, a história é generosa em oferecer ocasiões para que as grandes transformações ocorram. Mas ela é avarenta no que concerne ao surgimento de líderes virtuosos e capazes de comandar corpos coletivos com força suficiente para promover essas transformações. 

Aldo Fornazieri – Cientista Político e Professor da Escola de Sociologia e Política.
Texto originalmente postado Jornalggn.com.br

Conta na Suíça liga Youssef ao trensalão tucano de São Paulo

Na linha 15-Prata do Metrô está a estação Vila Prudente, listada na planilha apreendida com o doleiro Alberto Youssef em março pela Polícia Federal, ao lado da cifra de R$ 7,9 milhões.
Segundo Ministério Público, esquema do trensalão funcionava desde o gioverno Covas

A força-tarefa que investiga a Operação Lava Jato encontrou movimentações financeiras em nome da multinacional canadense Bombardier nas contas usadas pelo doleiro na Suíça. É mais uma peça no quebra-cabeças de indícios e provas que o Ministério Público paulista tem de montar sobre o esquema de corrupção no Metrô de São Paulo. 

Investigações revelaram um esquema de propinas a autoridades e combinaçõesentre empresas sobre o preço apresentado nas licitações nas gestões dos tucano Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin.

A Bombardier é fornecedora dos trens do monotrilho da Linha 15-Prata do Metrô paulista e investigada por supostamente integrar o cartel. Nesta linha do Metrô está a estação Vila Prudente, listada na planilha apreendida com Youssef em março pela Polícia Federal, ao lado da cifra de R$ 7,9 milhões, suspeita de referir-se a propina.

A movimentação com o nome da multinacional canadense aparece na conta suíça do banco PKB, da empresa offshore Santa Tereza Services Limited Partnership, criada na Nova Zelândia e controlada por João Procópio Junqueira Pacheco de Almeida Prado, preso desde julho de 2014 apontado como alto membro da suposta organização criminosa de Youssef.

“Apurou-se que dentro da conta da offshore Santa Tereza, na Suíça, há quatro subcontas (denominadas Fiança, C/C, Premier e Sanko), todas controladas pela organização criminosa de Youssef e utilizadas para as práticas delitivas. Assim, por exemplo, no extrato da subconta Sanko Sider aparecem depósitos que também aparentam ser relacionados à corrupção de funcionários públicos brasileiros: Bombardier, OAS Investments, Cimentos Tupi (…)”, afirma o MPF em relatório.

O Ministério Público Federal, em um de seus ofícios da Lava Jato, definiu Almeida Prado como: “(...) de sua longa experiência no setor bancário e na área de câmbio, a função de João Procópio era, em síntese, ser o operador das contas de Youssef, sobretudo no exterior. Assim, era sua incumbência abrir as contas de empresas offshore no exterior, em seu próprio nome ou em nome de laranjas, bem como movimentá-las no interesse da organização criminosa”.

De acordo com o MP, Prado enviou ao menos 78 milhões de dólares para o exterior por meio de 1.114 contratos fraudulentos intermediados por essas empresas.

Youssef é o segundo doleiro da Operação Lava Jato que aparece ligado ao escândalo das propinas nos trens paulistas. O outro, Raul Henrique Srour, movimentou dinheiro irregular da Siemens, também suspeito de tratar-se de intermediação de propinas, no paraíso fiscal das Ilhas Virgens Britânicas, conforme outra investigação internacional feita pela Procuradoria de Luxemburgo.

A Bombardier afirmou em nota que "jamais manteve contato com a empresa Santa Tereza ou qualquer outra companhia pertencente ao Sr. Alberto Youssef".

Em 2013, a Bombardier Inc. realizou uma emissão de títulos para captação de recursos na forma de bonds, em uma operação absolutamente transparente e de acordo com a legislação financeira. Como a venda dos referidos títulos é intermediada por corretoras e instituições financeiras (como atestam os extratos do banco PKB), a empresa emissora não mantém contato direto com o comprador/beneficiário final.

O Ministério Público Estadual de São Paulo abriu investigação prévia dos fatos que apareceram recentemente durante a investigação federal da Lava Jato que apontam para crimes na esfera estadual. É possível que o órgão paulista chegasse aos mesmos fatos bem antes se tivesse dedicado mais atenção ao escândalo da Alstom e da Siemens, denunciado no exterior desde 2008. A cerimônia cheia de não me toques com que alguns procuradores paulistas tratam autoridades tucanas tem feito muito mal à proteção dos cofres públicos paulistas.

Mesmo depois de ter uma conta bloqueada na Suíça, e de ser acusado de receber propina da Alstom, o ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Robson Marinho, ex-companheiro do governador Alckmin no PSDB, continuou no cargo até recentemente aprovando as contas do governo tucano, inclusive relativas aos trens investigados. Se houvesse maior rigor dos procuradores e magistrados que cuidaram do caso, considerariam a recusa em se afastar deste cargo de controle enquanto investigado uma forma de colocar obstáculos às apurações, motivando até mesmo pedido de prisão preventiva.

Fonte: Rede Brasil Atual

CORTAR BV DA GLOBO É 1º PASSO DA REFORMA DA MÍDIA



O BV (bonificação de volume), criado e sustentado pela Globo, é hoje, na prática, o lucro dasagências de publicidade e significa "uma prova cabal da dependência de todo um setor de apenas um veículo", explica o jornalista Ricardo Ebling, em artigo para o 247; "Em vista do quadro sumariamente descrito, a grande mídia brasileira é uma aliança entre empresas quase quebradas e uma gigante que controla todo o fluxo de todas as verbas publicitárias", escreve ele; "Mas este conjunto heterogêneo é unificado em torno de um discurso tão pobre quanto falso: o controle editorial ou censura da mídia"; Ebling acredita que esse "desequilíbrio comercial" deveria estar sendo tratado "há muito tempo" pelo Cade, mas afirma que "a briga pela regulação é levada pelos interessados para outras arenas, como o Congresso e o Ministério das Comunicações, onde a derrota é certa"

 O "desequilíbrio comercial" do setor da mídia deveria estar sendo tratado pelo Cade e pela SDE (Secretaria de Direito Econômico), da esfera do Ministério da Justiça, mas "a briga pela regulação é levada pelos interessados para outras arenas, como o Congresso e o Ministério das Comunicações, onde a derrota é certa", analisa o experiente jornalista Ricardo Ebling, em artigo exclusivo para o 247.

Ele descreve o setor como "uma aliança entre empresas quase quebradas e uma gigante que controla todo o fluxo de todas as verbas publicitárias", em referência à Globo. Mas o debate em torno do tema, completa Ebling, leva "um discurso tão pobre quanto falso: o controle editorial ou censura da mídia". "É uma suruba política entre seis ou sete envolvidos onde, no recinto, só um é ativo", ressalta. Leia abaixo seu texto:

Uma suruba conveniente

Ricardo Ebling, especial para o 247 - Pretendo colocar aqui um outro ângulo nesse tema árido e momentoso que é a regulação da mídia no Brasil e que esta voltando agora com nova força.

Acho que a principal questão, o que desequilibra mesmo o jogo concorrencial entre os veículos, é uma sequência interligada de fatores:

1 - A venda casada de comerciais pela Globo e RBS, através de um jogo de pressão entre os veículos da "casa". Esta chantagem junto aos anunciantes, públicos e privados, prejudica diretamente a todos, concentrando o bolo num só grupo.

2 - O "suborno virtuoso" chamado BV (bonificação de volume), criado e sustentado pela Globo. O BV é hoje, na prática, o lucro das agências de publicidade. Quem atrasa as faturas para a Globo, fica fora do BV. Tem agência que não recebe do cliente e se endivida na rede bancária para garantir ficha limpa na Globo. É uma prova cabal da dependência de todo um setor de apenas um veículo.

3 - A proibição da existência no Brasil (e só aqui) dos Birôs de Mídia, que criariam maior equilíbrio na compra e venda de espaços comerciais. Os birôs foram proibidos ainda no governo Fernando Henrique, quando estava se abrindo toda a economia para o mundo. Na ocasião, ao contrário do movimento geral, e da pregação em todos os veículos a favor do liberalismo, a mídia trafegou em sentido contrário, fechando o seu mercado para o mundo. Em síntese: os birôs compram a mídia no atacado e a revendem no varejo. Quebrariam na prática com o sistema de BV.

4 - Os descontos nas tabelas de preços praticados só pelos veículos mais necessitados e desesperados. A Globo não dá desconto. O restante, que reparte as migalhas, chega a praticar uma tabela desesperada de menos 80% dos valores de face.

Em vista do quadro sumariamente descrito, a grande mídia brasileira é uma aliança entre empresas quase quebradas e uma gigante que controla todo o fluxo de todas as verbas publicitárias. Mas este conjunto heterogêneo é unificado em torno de um discurso tão pobre quanto falso: o controle editorial ou censura da mídia.

Este notório desequilíbrio comercial deveria estar sendo tratado há muito tempo pelo CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e pela SDE (Secretaria de Direito Econômico), da esfera do Ministério da Justiça. Trata-se de um escândalo de concorrência desleal, que leva à concentração monopolística. O CADE já atuou duro em outros setores, como cerveja, frango e creme dental.

Mas a briga pela regulação é levada pelos interessados para outras arenas, como o Congresso e o Ministério das Comunicações, onde a derrota é certa.

Há um grande veículo matando economicamente a concorrência, ao mesmo tempo em que enquadra todos na linha do ataque às ameaças de "censura à imprensa". Abril, Diários Associados e o Estadão, por exemplo, estão morrendo mas defendem inflexíveis a "honra" do parceiro predador.

Na prática, o que ocorre no Brasil é uma outra jabuticaba, como em outros casos, sem precedentes nem similitudes internacionais. A concentração depropriedade horizontal e vertical e a papagaiada anti toda e qualquer organização mais ou menos esquerdizante é muito pouco perante o que acontece de fato no controle da distribuição das verbas publicitárias, públicas e privadas: 60% na mão de um só grupo, proporção impensável em qualquer país capitalista do mundo.

Uma linha de trabalho político a ser feito seria a de, pelo menos, atrapalhar a aliança mal sustentada dos adversários, que defendem teses abstratas e se deixam destruir no essencial do negócio: o econômico.

É uma suruba política entre seis ou sete envolvidos onde, no recinto, só um é ativo. 247.

domingo, janeiro 25, 2015

Atenção, estudantes! As inscrições para o ProUni começam na próxima segunda

Inscrições para o ProUni começam na próxima segunda
Foto: Reprodução / Agência Brasil
Atenção, estudantes! As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) serão abertas na próxima segunda-feira (26), em todo o Brasil. Os candidatos devem consultar na página do programa e buscar as bolsas disponíveis. Nesta edição, o ProUni ofertará 213.113 bolsas, sendo 135.616 integrais e 77.497 parciais. As bolsas são destinadas a 30.549 cursos e distribuídas por 1.117 instituições. As inscrições podem ser feitas até o dia 29 na página do ProUni. O candidato que se inscreveu no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) também pode participar do ProUni.

As bolsas integrais são para estudantes que cursaram o ensino médio nas redes pública ou particular, na condição de bolsista integral. Também é necessário comprovar a renda bruta familiar até um salário mínimo e meio. Para as bolsas de 50% da mensalidade, a renda bruta familiar deve ser até três salários mínimos. Agência Brasil.

Concurso do TJBA tem erro e prova para dois cargos é cancelada

Concurso do TJBA tem erro e prova para dois cargos é cancelada
Foto: Darío Guimarães / Metropress (Arquivo)
Durante a realização do concurso público do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) neste domingo (25), um problema pontual foi identificado. Segundo a corte, na aplicação das provas para os cargos de Analista Judiciário-Administração e Analista Judiciário-Contabilidade, Faculdade 2 de Julho, os cadernos distribuídos não correspondiam às provas dos dois cargos.

A Comissão Examinadora do Concurso exigiu os esclarecimentos técnicos da Fundação Getúlio Vargas (FGV), responsável pela aplicação das provas. "No momento, o principal objetivo é identificar o número de candidatos ao cargo que poderão realizar novas provas, a serem programadas pela fundação", disse a juíza Andremara dos Santos, presidente da Comissão Examinadora.

O advogado da FGV, Elimar Mello, explicou que o problema foi decorrente do processo de impressão e envelopamento, realizado de forma mecânica no parque gráfico da FGV, para garantir o sigilo das provas. "Por isto o problema só foi descoberto na hora da distribuição na sala e não havia reserva técnica suficiente para a substituição", esclareceu. Do Metro1.

Morre o fundador da Rede Sarah, o médico Aloysio Campos da Paz

Morre o fundador da Rede Sarah, o médico Aloysio Campos da Paz
Foto: Elza Fiuza/Arquivo Agência Brasil
Morreu neste domingo (25), em Brasília, o médico Aloysio Campos da Paz Júnior, fundador da Rede Sarah, especializada em medicina ortopédica. A morte, ocorrida às 14h30, no Sarah Centro, foi confirmada por meio de nota da instituição. As causas ainda não foram divulgadas. Segundo a nota, o médico "deixa um marco na história da medicina brasileira".  O Centro de Reabilitação Sarah Kubitschek foi fundado em 1960, com o objetivo de dotar Brasília de moderno centro de reabilitação. A instituição foi idealizada por Aloysio Campos da Paz Júnior, que, em 1968, é convidado a dirigir o centro e nele desenvolver ideias que surgiram do seu treinamento em Oxford. A Rede Sarah tem unidades em Salvador, São Luís, Belo Horizonte, Fortaleza, Brasília, Macapá, Belém e Rio de Janeiro. As informações são da Agência Brasil.

Até na eleição da CIPA houve manipulação com prejuízo de pretenso concorrente


O rodoviário Walber Oliveira, funcionário da empresa Viametro, ligado ao deputado estadual, Ronaldo Carletto (PP), procurou à reportagem de O Defensor para denunciar irregularidades na eleição da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) que ocorreu nesta sexta-feira, em Ilhéus.

Na denuncia, Walber Oliveira afirmou que, foi montada uma manobra dias entes da eleição entre o Sindicato dos Rodoviários de Ilhéus e a diretoria da Viametro, no intuito de impedir a inscrição da chapa, por não coadunar com a forma ditatorial e duvidosa da atual diretoria da CIPA.

A norma regulamentadora da eleição exige total transparência em todo o processo de escolha dos integrantes, composição e funcionamento da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) e veta qualquer forma de manipulação, por parte do sindicato ou até mesmo da empresa.

O rodoviário esclareceu ainda que tomará as medidas cabíveis na justiça para que a [forjada] eleição seja anulada. O advogado Cosme Araújo já entrou no caso, e no curto espaço de tempo, lutará para que seja desmontada toda tramoia na atual gestão da CIPA, que tem como serventia favorecer o patronal em troco de benesses.

Em vídeo: acompanhe a denúncia grave, do rodoviário Walber Oliveira, acerca da fraude na eleição da CIPA. 

Site: O Defensor 

Brasil muda foco de consumo para investimento, diz Levy

Brasil muda foco de consumo para investimento, diz Levy
Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil
O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, aproveitou o painel mais importante do Fórum Econômico Mundial para anunciar mais amplamente as mudanças na política econômica brasileira - da ênfase no consumo para o estímulo ao investimento, arrumação das contas públicas, realinhamento de preços e reformas para facilitar o crescimento. A política, explicou, será baseada em instrumentos tradicionais. O ministro reafirmou a intenção de conseguir neste ano um superávit primário - dinheiro destinado ao pagamento de juros - equivalente a 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB). Absteve-se de explicar o mau estado das contas públicas brasileiras. Ao mencionar o baixo crescimento econômico do País, limitou-se a mencionar "vários fatores" e apenas citou como exemplo a queda de preços das commodities exportadas. Sem entrar nos detalhes da orientação seguida nos últimos quatro anos, apontou a necessidade de mudar a ênfase para o investimento. Além disso, atribuiu "em parte" às eleições a queda do montante investido no ano passado. Como a discussão do cenário global envolvia o problema do emprego, o ministro apontou uma diferença mencionada frequentemente por seu antecessor: a criação de milhões de postos de trabalho no Brasil nos anos posteriores à crise de 2008. Não se referiu à qualidade e à produtividade dos empregos criados. "Houve muita criação de emprego nos últimos anos, muitos milhões. Temos uma das mais baixas taxas de emprego da nossa história, a mais baixa, de fato. A renda subiu muito, houve muita inclusão", disse o ministro. "Mas de alguma forma esse processo começou a desacelerar no último par de anos, em parte por causa das mudanças no preço de commodities, em todo o mercado emergente. E decidimos mudar. Tivemos eleições no ano passado, e essa foi uma das palavras mais faladas. E o governo, a presidente, decidiu no começo deste ano tomar algumas ações", complementou.

sábado, janeiro 24, 2015

Aluno nota mil do Enem dividia tempo entre curso técnico, cursinho e estudos

Depois de um ano dividindo o tempo entre curso técnico, cursinho e estudos em casa, Luis Henrique Sales, de 19 anos, conquistou, junto com 249 estudantes em todo o Brasil a nota mil na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O estudante, que tem paralisia cerebral, conta que dormia apenas das 2h30 às 6h30 na preparação para o exame. A nota máxima foi a melhor recompensa que poderia ter.

“Foi uma alegria. Ele disse: mãe a senhora não acredita. Eu disse, parabéns. E pronto, não conseguimos nos dizer mais nada”, diz a mãe, Dourizan de Sales Santos, emocionada. Caso consiga uma vaga em uma faculdade, Luis Henrique será o primeiro da família a entrar no ensino superior. Ele já havia conseguido uma vaga no Instituto Federal do Maranhão (Ifma) para técnico em mecânica
.
Aluno nota mil do Enem 2014, o maranhense Luis Henrique sonhava em entrar em curso superior

O sonho era, no entanto, entrar no ensino superior e, para isso, fazer o Enem. Ele terminou o ensino médio em 2013, se inscreveu no exame, mas não conseguiu fazer a prova porque havia esquecido a identidade em um stand onde fez a inscrição para o vestibular da Universidade Estadual do Maranhão (Uema). “Pense numa pessoa que chorou. Ele queria muito fazer o Enem. Mas esse ano acabou o sofrimento”, conta o pai, Luis Carlos Magalhães Santos.

A família mora em Garapa, região da periferia da capital maranhense São Luís. Luis Henrique sempre estudou em escola pública. O pai conta que no ensino fundamental o rapaz sofreu preconceito por parte dos outros alunos. “Ele sempre quis provar que pode. No ensino fundamental teve a questão da discriminação, pelo jeito de falar, de andar. Sempre disse para ele iriaa e ainda vai passar por esses momentos, mas que ele pode fazer qualquer coisa que quiser”, diz o pai. O esforço lhe rendeu uma vaga no Colégio de Aplicação da Ufma, o Colégio Universitário, onde cursou o ensino médio.

Agora, o que Luis Henrique quer é cursar engenharia da computação na instituição de ensino superior. Ele espera o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que será divulgado nesta segunda-feira (26). “Estou feliz [com o resultado no Enem] foi muito estudo. Eu escolhi o curso porque é o que eu gosto, o que sempre gostei”, diz o estudante.

Para ele, o segredo de ter tirado nota mil foi ter estudado e aplicado as regras do Enem, que eram discutidas em sala pelos professores do cursinho, além de praticar. “Eu acho que o diferencial foi ter abordado os dois lados, tanto a pessoa que emite o anúncio quanto quem recebe, que são as crianças”, diz. O tema da redação foi Publicidade Infantil, assunto em questão no Brasil.

O diretor do curso preparatório Wellington, Carlos Wellington de Castro, disse que o aluno é motivo de orgulho. “Só dois alunos tiraram a nota máxima no estado”, ressalta. Ele era um dos estudantes beneficiados pelas vagas reservadas no cursinho para ex-alunos de escolas públicas, a preços acessíveis. “Almoçava e ficava ininterruptamente estudando”, conta.

Os estudos sem fim não davam descanso a mãe. Dourizan diz que ficava muito preocupada com a alimentação do filho, que esquecia de comer enquanto estudava. “Eu tinha que fazer lanche, levar para ele”. Agora, ele pode descansar um pouco, andar de bicicleta e comer um prato de macarronada com tranquilidade, prato e atividade preferidos segundo a mãe.
Matéria EBC.

sexta-feira, janeiro 23, 2015

OS PILOTOS DA MENTIRA?

Há mais de 30 anos Isaac Albagli inventou uma ZPE que nunca foi instalada.

Um Deputado do grupo do Prefeito anunciou a possibilidade de trazer uma fábrica de aviões para Ilhéus a ser instalada na área da ZPE.

O Prefeito fez veicular essa noticia com a pretensão de nos promover de cordeiros à burros.

Nossa cidade suja, violenta, com postos de saúdes fechados, ensino deficitário, sem merenda escolar, transporte coletivo sucateado, sem acessibilidade, alto índice de desemprego, abandono total, com um prefeito que não mora na cidade e que tem um histórico de prometer e não cumprir e não ser muito amigo da verdade, sinceramente essa fábrica “OU É PAPO DE AVIÃO”, AVENTURA DE PESCADOR OU PREVISÃO DE SAMANTHA PARANORMAL.
Quem será Samantha paranormal?

A administração Jabes Ribeiro cria uma nova modalidade de tapa buraco: Tapa buraco ecológico.









No centro histórico em um buraco na rua, foi colocado palha de coco seca e mato verde, o que fez o cidadão Victor Kruschewsky Montargil apelidar de, OPERAÇÃO TAPA BURACO ECOLÓGICA.
Esse é o triste retato de uma administração vergonhosa e incompetente.
O mesmo Vitor, fez outro desabafo no fato no face.
By Victor Kruschewsky Montargil.
Eu tenho quer rir para não morrer de tristeza. Não partido, o meu partido é Ilhéus, mas aceitar que problemas como esse não sejam resolvidos é humilhante para nossa sociedade. Me sinto envergonhado como hoje me senti escutando de um turista que a cidade parecia mais uma zona rural de tanto lixo e buraco. É triste.

Plugin do Google Chrome bloqueia postagens e notícias sobre BBB

Plugin do Google Chrome bloqueia postagens e notícias sobre BBB
Foto: Reprodução
Os usuários do Facebook que não gostam de ver publicações de seus amigos sobre o Big Brother Brasil (BBB), que estreou sua 15ª edição nesta terça-feira (20), terão agora uma ferramenta para bloquear as postagens sobre o assunto. O plugin gratuito “No BBB”, disponível para o navegador Google Chrome, executa uma censura sobre os posts dos amigos e notas de sites de notícias que tratem do programa, exibido no Brasil pela TV Globo. Após instalar o plugin, o usuário deve atualizar as páginas abertas no Chrome. Um quadrado amarelo aparecerá sobre as publicações e notícias sobre o BBB. É possível também adicionar palavras-chave ao aplicativo relacionadas ao programa, como “prova do líder”, de forma que o No BBB se torna mais eficiente para fazer os bloqueios. Informações BN.

quinta-feira, janeiro 22, 2015

Sisu registra 2,6 milhões de inscritos e UFC é a mais procurada

A poucas horas para o fim do prazo de inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o número de candidatos inscritos chegou a 2.651.682 até às 18h, segundo o Ministério da Educação (MEC). As inscrições podem ser feitas até as 23h59 no site do Sisu. Desde o último balanço, às 16h, pedagogia ultrapassou medicina e ocupou o terceiro lugar entre os cursos mais procurados. A Universidade Federal do Ceará segue com o maior número de inscrições. Desde 2012 a UFC lidera o ranking de universidades mais procuradas no Sisu, segundo a própria instituição. Este ano foram ofertadas 6.238 vagas em 106 cursos de graduação presencial nos campi de Fortaleza, Sobral, Quixadá, Russas e Crateús. A instituição aderiu ao Sisu em 2010 e ingressou em 2011, com 100% das vagas da graduação presencial. Até as 18h, as instituições que mais receberam inscrições foram as universidades federais do Ceará (178.598), de Minas Gerais (177.797), Pernambuco (171.203), do Rio de Janeiro (168.035), da Bahia (141.694), de Goiás (141.340), da Paraíba (134.526), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (132.534), a Universidade Federal de Alagoas (132.440) e a Universidade Federal Fluminense (129.226). Na relação por estados, Minas Gerais lidera o número de inscritos (310.847), seguido por São Paulo (291.789), Rio de Janeiro (238.132), Bahia (196.967) e Ceará (173.291).O Sisu oferece vagas em instituições públicas de ensino superior. Para concorrer, é preciso ter feito o Enem em 2014 e não ter tirado zero na redação. Para quem ainda não se inscreveu, a recomendação é não deixar para a última hora. Na primeira edição deste ano, o Sisu oferece 205.514 vagas em 5.631 cursos. O resultado será divulgado no próximo dia 26. Os candidatos que não forem selecionados, poderão ainda participar da lista de espera, de 26 de janeiro a 6 de fevereiro.
Mariana Tokarnia, Agência Brasil

quarta-feira, janeiro 21, 2015

Já se encontra em circulação o sexto CD da cantora baiana Vilma Luz

* Já se encontra em circulação o sexto CD da cantora baiana Vilma Luz. É a pura Música Popular Brasileira (MPB) no melhor estilo piano e voz. Aguardem mais informação, em breve. 
Por enquanto, confira as 14 bem selecionadas do CD mais outras 39, acessando o maior site de música independente do Brasil, o Palco MP3 palcomp3.com/vilmaluz

Uma homenagem de um amigo



21/jan/2015 . 11:15 | Autor: Roberto Rabat Chame .'. | Nenhum comentário »


Jerberson

Depois de tantas decepções zanzando por repartições públicas apareceu um alento.

Fica complicado quando você necessita de serviços e encontra cara amarrada, deselegância no trato, desrespeito etc

Ninguém sai de casa para uma repartição dessas com o objetivo de passear, curtir, fazer hora etc. Vai porque tem necessidade. Pegar um buzu lotado, estradas esburacadas ou mesmo saindo aqui do centro com estacionamento quase zero e ainda encontrar pela frente um servidor mal educado, grosso, estúpido é ruim, mas eles existem e o pior: não estão nem aí para o verdadeiro patrão que é o “povo”.

No SAC/Ilhéus um jovem está se destacando; tanto é que se fala até em entregar a gerência para o dedicado servidor. Trata-se de Jerberson Josué. Pelo que fiquei sabendo, nessas minhas idas lá no SAC, o problema virou questão política ou seja: tem que ter padrinho para assumir tal cargo. A desenvoltura e o gostar de fazer acontecer fica para último plano. Servir bem é um complicador para ser, hoje, servidor público.

A sua militância política fica na porta. Não se tem notícia de que isso tenha inviabilizado um atendimento. Sabe-se perfeitamente que até adversários ferrenhos usam da sua simpatia e disponibilidade para servir como ponto de resposta positiva e imediata.

Tenho por esse servidor grande admiração. Fez por merecer esse registro.

Que sirva de exemplo na nobre arte de servir e bem servir.

Grande e fraternal abraço e fique com DEUS (Sempre!).

Rabat.
Texto postado originalmente no R2CPRESS. 

terça-feira, janeiro 20, 2015

DIRCEU ALERTA: "CAMINHAMOS PARA UMA RECESSÃO"



Texto publicado nesta terça-feira (20) no blog de José Dirceu faz uma série de críticas sobre a forma como o governo da presidente Dilma Rousseff e sua equipe vêm conduzindo a reforma econômica. Para o petista, o país caminha para uma recessão – com implicações políticas e sociais.

"O aumento de impostos e dos juros são apenas consequências, desdobramentos da busca de um superavit de 1,2% do PIB este ano. A elevação dos juros visa derrubar a demanda e vem casada com o aumento do IOF – Imposto sobre Operações Financeiras para os empréstimos às pessoas físicas. Aí, também refreando o consumo. Caminhamos assim – conscientemente, espero, por parte do governo – para uma recessão com todas as suas implicações sociais e políticas. Fica evidente, empiricamente, pela prática, que o aumento dos juros não refreou a inflação cujas causas estão fora do alcance da politica monetária do Banco Central (BC), mas nos preços administrados, serviços e alimentos.

Ele também cobra explicações. "Como o país voltará a crescer?", questiona.

Leia abaixo o texto na íntegra:

Caminhamos para uma recessão. Com o governo consciente disso, esperamos

Que 2ª feira! Calor, aumento de impostos num pacotaço anunciado pelo ministro da Fazenda, de juros e queda de energia em importantes cidades do país causada pela onda de calor inédita no pais…Ontem nem parecia uma 2ª feira, estava mais para uma 6ª feira 13. Só noticias ruins.

O aumento de impostos e dos juros são apenas consequências, desdobramentos da busca de um superavit de 1,2% do PIB este ano. A elevação dos juros visa derrubar a demanda e vem casada com o aumento do IOF – Imposto sobre Operações Financeiras para os empréstimos às pessoas físicas. Aí, também refreando o consumo.

Caminhamos assim – conscientemente, espero, por parte do governo – para uma recessão com todas as suas implicações sociais e políticas. Fica evidente, empiricamente, pela prática, que o aumento dos juros não refreou a inflação cujas causas estão fora do alcance da politica monetária do Banco Central (BC), mas nos preços administrados, serviços e alimentos.

Quando a inflação cair…se cair…

Assim, quando a inflação cair – se cair… – será pela queda violenta da demanda e não pela alta dos juros. O que espanta é o silêncio de nossas autoridades sobre os efeitos da atual taxa Selic de 11,75% – o sonho de consumo do mercado financeiro -e sobre o serviço da divida interna de R$ 250 bi ao ano, ou o correspondente a 6% do PIB nacional. É a maior concentração de renda do mundo no período de um ano e para uma minoria detentora dos títulos públicos de nossa divida interna.

Como a arrecadação cairá com a recessão é preciso de novo que nossas autoridades expliquem como farão o superávit e manterão os investimentos públicos e os gastos sociais. Têm de explicar: como o pais voltará a crescer?

Fora o fato que as autoridades da área econômica diariamente criticam abertamente os bancos públicos e seu papel de vanguarda no financiamento subsidiado (porque necessário) de nossa indústria, agricultura, infraestrutura social e econômica. A pergunta que não cala é: quem os substituirá, quem continuará a desempenhar esse papel dos bancos oficiais?

Semana começa com muita apreensão sobre os rumos do país

Sobre o efeito maléfico e daninho dos juros altos na valorização do real e nas contas externas também nada, nem uma palavra… Nossa indústria que se vire. A semana começa, assim, com muita apreensão pelos caminhos do país. Mas podem ter certeza, com muita festa no mercado financeiro e nas redações de nossa mídia.

Mesmo que haja algum choro e ranger de dentes pelo aumento dos impostos, no fundo dirão, melhor assim que uma reforma tributária que taxe os ricos, o patrimônio e a renda, as fortunas e heranças e os fantásticos lucros financeiros. Isso, talvez, explique o silêncio dos responsáveis pela política econômica e pelo governo sobre a volta da CPMF ou de algum outro imposto ou tributo equivalente e que cumpra seu papel. Texto do 247.

Cosme Araújo vai oferecer denúncia ao MP por conta do Prefeito transgredir a Lei Orgânica e CF/88 para admissões de procuradores sem concurso público.


O vereador e advogado, Cosme Araújo (PDT), com fundamento no art. 93 da Lei Orgânica do Município de Ilhéus, combinado com o art. 131 e revestida de proteção também do art. 37 da Constituição Federal, representar à Promotoria do Ministério Público da Bahia, em Ilhéus, em caráter de urgência e em obediência a legislação, que se realize como determina a lei, concurso público para procurador municipal na cidade de Ilhéus.

“O ingresso na carreira de Procurador Municipal far-se-á mediante concurso Público de prova e títulos, assegurada à participação da subseção de Ilhéus, da Ordem dos Advogados do Brasil em sua realização, inclusive na elaboração do programa e quesitos das provas, observadas, nas nomeações, a ordem de classificação” dispõe a LOMI.

Para Cosme Araújo, o município não pode, em total contrassenso ao que determina as leis do município, em especial a Carta Magna do País, continuar mantendo sua procuradoria pública essencialmente com servidores comissionados, pois está se afastando do modelo constitucionalmente desenhado. “O atual governo continua adotando um modelo assimétrico e inconstitucional. A procuradoria hoje não passa de um cabide de empregos, e leva de maneira injusta, muitos advogados que não tem oportunidade de participar deste certame sem trabalhar, em face às interferências políticas”, afirma o legislador.

“É intolerável à existência de cargos da advocacia pública municipal, com exceção do cargo de Procurador ou Advogado Geral, a serem providos por meio que não seja o concurso público, pois, em razão dos comandos constitucionais, não há possibilidade da estruturação da advocacia pública municipal de forma assimétrica ao texto constitucional e em arrepio ao regime principiológico da administração pública”, Dr. Jair Sonner.

“Apesar de vários requerimentos apresentados ao executivo, o governo continua desdenhando da Câmara de Vereadores e desrespeitando a lei”, adverte Araújo.

*Assessoria parlamentar do Vereador Cosme Araújo*

segunda-feira, janeiro 19, 2015

Prefeito pretende mudar a sede do governo, sem consultar a Câmara. E pode?


O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, como de praxe, vem fazendo da prefeitura como se fosse um bem particular seu. Recentemente assinou, sem respaldar na Lei Orgânica do Município, termo que autoriza a secretaria municipal de Administração (Sead) abrir licitação para a construção da nova sede da prefeitura, no antigo prédio da Coelba, localizado no bairro da Conquista. Ora, o art. 32 da LOMI não expressa que é da competência da Câmara de Vereadores dispor sobre transferência temporária da sede do governo municipal? Imaginem uma transferência definitiva como prevê o protótipo de prefeito!

Conforme alegação do chefe do Executivo, o palácio Paranaguá será transformado em um museu. Pura mentira! O objetivo é afastar as manifestações constantes NA Praça JJ SEABRA, deste governo impopular e reprovado por 95% da sociedade ilheense.

Esta atitude absolutista em tomar decisões à margem da lei, sem uma consulta prévia ao povo e sem aprovação da sociedade, é uma marca deste governo irresponsável e populista.

Está provado que Jabes Ribeiro não respeita a lei; não respeita a Câmara de Vereadores e nem respeita a opinião do povo. Não passa de um ditador, centralizador das decisões políticas, auxiliado por uma corja de séquitos e uma camada podre de agentes públicos que sobrevivem das benesses originadas da ilegalidade e da imoralidade.

Ilhéus merece respeito!

Assessoria parlamentar do Vereador Cosme Araújo.

domingo, janeiro 18, 2015

Inscrições para o Sisu começam nesta segunda-feira

Inscrições para o Sisu começam nesta segunda-feira
Foto: Reprodução
Começam nesta segunda-feira (19) as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Podem participar aqueles que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e não tiraram nota zero na redação. As inscrições serão feitas online na página do Sisu até o dia 22. A lista de cursos que serão ofertados neste processo seletivo está disponível na página do Sisu. Ao todo serão 205.514 vagas no ensino superior público em 5.631 cursos de 128 instituições. Neste ano, o número de vagas aumentou 20% em relação ao processo seletivo do primeiro semestre de 2014. Houve acréscimo no curso de medicina, que passou de 2.925 vagas, na primeira edição de 2014, para 3.758 no mesmo período de 2015. Os cursos de engenharia também tiveram ampliação na oferta de vagas de um ano para o outro, passando de 25.128 em 2014 para 30.749 em 2015. As instituições deverão reservar, no mínimo, 37,5% das vagas para os estudantes de escolas públicas, cumprindo a Lei de Cotas (Lei 12.711/2012). De acordo com o MEC, do total de 99 instituições federais participantes do sistema (59 universidades e 40 instituições de educação profissional), 68 já reservam 50% ou mais vagas para candidatos provenientes de escolas públicas. Esta edição do Sisu terá apenas uma chamada. O resultado será divulgado no dia 26. Também a partir do dia 26 serão abertas as inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas integrais e parciais em instituições particulares. 

Veículo dispara tiros contra a casa do vice-presidente dos Estados Unidos

 Veículo dispara tiros contra a casa do vice-presidente dos Estados Unidos
Foto: Divulgação
O vice-presidente dos Estados Unidos foi vítima de um atentado na noite de sábado (17), de acordo com o serviço secreto responsável pela proteção de autoridades dos EUA. Vários tiros foram disparados de um veículo conduzido em alta velocidade perto da residência de Biden, que estava com sua esposa Jill fora de casa quando o incidente. Eles explicaram que o veículo passou pela residência do vice-presidente em alta velocidade e disparou vários tiros de revólver da rua que está fora do perímetro da casa. De acordo com a Folha de S. Paulo, os funcionários do serviço secreto que estavam estacionados ouviram os tiros e um policial viu um veículo deixando o local em alta velocidade. Um indivíduo em um carro foi detido cerca de 40 minutos depois enquanto tentava ignorar uma força policial que controlava o perímetro da casa no condado de New Castle, Delaware, acrescentou o serviço secreto. Agentes observavam se algum tiro havia atingido a casa, que está localizada a centenas de metros da estrada principal.

Congresso Nacional prepara posse de parlamentares

Congresso Nacional prepara posse de parlamentares
Foto: José Cruz/Agência Brasil
A menos de um mês para a posse – marcada para 1º de fevereiro –, os 198 parlamentares estreantes na Câmara dos Deputados e os 25 que já exerceram mandato alguma vez, antes dos últimos quatro anos, ganharam um espaço para fazer todos os cadastros necessários para que no dia da posse exerçam os cargos. A estrutura concentra em um mesmo espaço os serviços dos principais órgãos de apoio parlamentar da Casa. Assim, quem está chegando pode adiantar o registro biométrico e o credenciamento para os sistemas de gabinetes, além da indicação da equipe que vai compor o gabinete, assinatura para a carteira parlamentar, plano de seguridade social dos congressistas, coleta da assinatura eletrônica e foto para os cadastros na Câmara. Somente na primeira semana do serviço, 50 parlamentares procuraram os estandes e a expectativa é que nos dias próximos da posse a demanda também seja grande. As dúvidas dos futuros deputados são muitas. As mais frequentes, segundo a equipe que trabalha no atendimento especial, têm a ver com apartamentos funcionais e convites para a cerimônia de posse. Apesar de alguns parlamentares terem manifestado intenção de trazer até ônibus de seus estados, a festa em Brasília terá que ser mais comedida.  Segundo o gerente do Projeto da Posse Parlamentar 2015 da Câmara dos Deputados, Diogo de Abreu, a exemplo de anos anteriores, devido ao espaço limitado da Casa, o número de convidados foi restrito a quatro por deputado. Agência Brasil. 

Rui Costa inaugura unidade do SAC e visita comunidade de Alagados esta semana

Rui Costa inaugura unidade do SAC e visita comunidade de Alagados esta semana
Foto: Mateus Perreira/GOVBA
Depois de reaparecer publicamente na Igreja do Bonfim após se recuperar de uma traqueobronquite neste domingo (18), o governador Rui Costa retoma a agenda de trabalho nesta segunda-feira (19) em Itabuna, onde inaugura unidade da Rede SAC às 9h, e visita mais um colégio da rede estadual de ensino acompanhado do secretário da Educação, Osvaldo Barreto, às 10h30. No domingo, quando comemorou 52 anos durante a Missa Solene do Novenário do Nosso Senhor do Bonfim, o governador informou que nos próximos dias fará uma visita à comunidade dos Alagados, na Cidade Baixa, atingida por um incêndio na semana passada. “Além de concluir as casas que já estavam em obras, construiremos moradias para todos que perderam a habitação. Vou tirar todas as palafitas existentes e reurbanizar totalmente aquela área”, declarou Rui. Esta semana, Rui também entrega unidades residenciais do programa Minha Casa Minha Vida em Cruz das Almas, na sexta-feira (23), e inaugurasistema integrado de abastecimento de água em Planaltino, no sábado (24), entre outras ações. 

Médicos divergem sobre novas regras da ANS em relação a parto normal

Médicos divergem sobre novas regras da ANS em relação a parto normal
Foto: Agência Brasil
As novas medidas da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para estimular o parto normal na rede privada e reduzir nascimentos antes da hora por cesariana foram comemoradas por especialistas em saúde maternoinfantil. Associações médicas, no entanto, questionam as regras, que preveem mais informações para auxiliar a gestante na escolha do obstetra e incluem o preenchimento, pela equipe de saúde, de um gráfico sobre etapas do trabalho de parto, o partograma. As informações são da Agência Brasil. As novas regras foram adotadas para tentar reduzir o alto índice de cesarianas na rede privada, que chegam a 84% dos nascimentos, enquanto somam 40% nas unidades públicas, segundo o Ministério da Saúde. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o número fique próximo de 15%. Segundo Silvana Granato – uma das coordenadoras da pesquisa Nascer no Brasil da Fundação Oswaldo Cruz, que ouviu mais de 24 mil mães em todo o país –, a exigência do partograma obriga a equipe médica a esperar a mulher entrar em trabalho de parto, em vez de realizar cesarianas pré-agendadas, antes mesmo de indicação médica. As associações médicas concordam que é alto o número de cesarianas na rede privada de saúde, mas são reticentes às novas regras da ANS. O Conselho Federal de Medicina (CFM) questiona a obrigatoriedade de apresentação de percentuais de partos cesáreos e normais e teme que os especialistas sejam estigmatizados na rede. A Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) questiona quem ficará responsável pela confecção dos partogramas, caso o papel não seja fornecido pelos hospitais e clínicas. O Ministério da Saúde, no entanto, informou que se o documento não estiver disponível pode ser solicitado pela internet à ANS. Já no caso de não poder ser preenchido por alguma intercorrência no parto, autoriza os planos a receberem um relatório médico detalhado. Outra preocupação dos profissionais é com a disponibilidade de leitos. Mesmo na rede privada, alertam que há dificuldade de remanejar uma paciente para o leito cirúrgico, caso o parto normal evolua para uma cesariana. Por isso, muitos médicos optam pelo pré-agendamento. As associações também recomendam uma mudança na formação dos obstetras para que o parto normal humanizado seja uma realidade. “O estudante só vê cesariana, então, chega na hora, ele acaba preferindo”, comentou o presidente da Febrasgo, Etelvino Trindade. Agência Brasil.

sábado, janeiro 17, 2015

A hora e a vez de Josias Gomes!

Josias Gomes, novo titular da Secretaria Estadual de Relações Institucionais (SERIN).
Josias Gomes, novo titular da Secretaria Estadual de Relações Institucionais.

Por José Henrique Abobreira

O cenário político-econômico do sul baiano hoje conta com o protagonismo de vários atores, exigindo múltiplos olhares, diferentemente de um passado não muito distante em que ecoava a voz monocórdia dos detentores do poder econômico.

Sujeitos diversos ocupam a cena atual: segmentos extensos da pequena agricultura familiar, assentamentos da reforma agrária, médios produtores de cacau, indígenas, quilombolas,empreendedores do turismo urbano e rural, polo industrial moageiro do cacau ombreado com o de informática e pequenos fazendeiros empreendedores transformam a amêndoa em chocolate. Enfim, todo um mosaico que aponta para a superação dos problemas e a crise vivida até o momento.

No plano da formação, para facilitar esse novo recorte, já contamos com a nova Universidade Federal do Sul da Bahia, além da UESC, IFBA e uma extensa rede de faculdades privadas. O eixo Ilhéus-Itabuna se consolidou como um polo educacional.

Há que se pensar estrategicamente e tentar uma unidade de discurso para a região. Ele deve ser encampado por todos os agentes políticos e econômicos. Com isso, poderemos reivindicar as questões primordiais para o desenvolvimento regional.

A implantação da Região Metropolitana no perímetro de Ilhéus-Itabuna e cidades circunvizinhas equacionará, de maneira conjunta e com menor custo, problemas do descarte do lixo, abastecimento d’água e mobilidade urbana.

Também teremos mais força para exigir agilidade nas obras de duplicação da Ilhéus-Itabuna e construção do anel rodoviário entre as zona sul e norte de Ilhéus.

Mais adiante, unificaremos ações em prol da conclusão da estrada litorânea Ilhéus-Canavieiras-Porto Seguro, que só falta um trecho curto de Belmonte a Canavieiras.

Para ampliar as possibilidade do setor turístico em Ilhéus e região, reivindicaremos um pavilhão de feiras que fortalecerá o turismo de negócios.

A hora é extremamente propícia para esse memorial de entendimento. O governador Rui Costa inicia o seu mandato com um olhar diferenciado em direção ao interior. O ex-governador Wagner, agora ministro da presidente Dilma, será um aliado da Bahia em Brasília. A região sul conta com vários parlamentares eleitos e também com a indicação do novo Secretário de Relações Institucionais, o deputado federal Josias Gomes.

Ter um representante  na Secretaria de Relações Institucionais é o trunfo político da nossa região. O sul da Bahia não espera pouco de Josias Gomes e ele sabe disso.

Josias poderá ser o agente de aglutinação para transformar nossos pleitos em realidade, viabilizando as inscrições dos projetos, setorialmente, no planejamento estratégico da administração pública estadual.

E instituições não nos faltam para alcançar nossos objetivos: Ceplac, Instituto Cabruca, Pensar Cacau, AMURC,UESC, UFSBA, sindicatos, cooperativas da agricultura familiar, ATIL, associações comerciais e lojistas, prefeitos regionais, fóruns de debates e desenvolvimento e igrejas.

Esse é o momento certo para unificarmos os discursos em torno de um memorial de entendimento pelo desenvolvimento do Território de Identidade do Sul da Bahia!

José Henrique Abobreira é auditor da receita estadual e articulista do Blog do Gusmão. Foi vice-prefeito e vereador de Ilhéus.

Artigo publicado originalmente no  Blog Do Gusmão, com titulo:  
JOSIAS GOMES SERÁ O TRUNFO POLÍTICO DO SUL DA BAHIA?