Rádio O Defensor

Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

quarta-feira, julho 23, 2014

Leitor denuncia desrespeito da ROTA em horários para Banco Central


Segundo leitores, a empresa Rota vem desrespeitando de forma corriqueira os horários dos carros das 8 horas da manhã todos os dias. Isso vem causando diversos prejuízos aos usuários do transporte coletivo da linha Ilhéus x Banco Central. Segundo os usuários o atraso chega a passar de uma hora, pois, no horário que seria 8 só sai depois das 9 horas. 
Com a palavra a Rota e a AGERBA. 
A ROTA: Para se defender.
A AGERBA Para explicar e investigar os fatos. 
Esse espaço estará aberto para respostas.    

Morre, aos 87 anos, o escritor paraibano Ariano Suassuna

Morre, aos 87 anos, o escritor paraibano Ariano Suassuna
Foto: Divulgação
Morreu, nesta quarta-feira (23), o escritor, dramaturgo e poeta brasileiro Ariano Suassuna, aos 87 anos. Sua última aparição pública foi no projeto "Ariano Suassuna - Arte Como Missão", na última quarta-feira (16), no Teatro Castro Alves, em Salvador. Suassuna entrou em coma na manhã desta terça (22) e respirava com ajuda de aparelhos após um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico, ocorrido na noite de segunda (21), quando foi realizado um procedimento cirúrgico para implantação de dois drenos para controlar a pressão intracraniana. Conhecido por obras como "Auto da Compadecida" (1955) e "Romance da Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai e Volta" (1971), o escritor era natural de João Pessoa (PB) e se mudou para Recife com a família aos 15 anos. Seus primeiros textos foram publicados enquanto ele ainda fazia estudos pré-universitários. Formou-se em Direito em 1950. Sua obra "O Auto da Compadecida", encenada pela primeira vez em 1957 pelo Teatro Adolescente de Recife, projetou Suassuna para todo o mundo, após conquistar a medalha de ouro da Associação Brasileira de Críticos Teatrais. Foi Secretário de Educação e Cultura do Recife de 1975 a 1978, tornou-se Doutor em História pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1976, e ocupou a cadeira número 32 da Academia Brasileira de Letras a partir de 1990. Do BN.

HÁ VAGAS AQUI!

Relação de vagas oferecidas pelo SINEBAHIA disponíveis para quinta-feira dia 24 de julho de 2014.


Auxiliar de Recepção
·         Formação: Ensino Médio Completo
·         6 meses de experiência
·         1 vaga

Chapista de Lanchonete
·         Formação: Ensino Médio Completo
·         6 meses de experiência
·         1 vaga

Confeiteiro
·         Formação: Ensino Médio Completo
·         6 meses de experiência
·         1 vaga
·          
Empacotador
·         Formação: Ensino Médio Incompleto
·         Vaga exclusiva para PCD
·         3 vagas
·          
Cozinheiro
·         Formação: Ensino Fundamental Completo
·         6 meses de experiência
·         1 vaga

Vendedor de Serviços
·         Formação: Ensino Médio Completo
·         6 meses de experiência
·         1 vaga

Farmacêutico
·         Formação: Ensino Superior Completo
·         1 vaga

Manicure
·         Formação: Ensino Fundamental Completo
·         6 meses de experiência
·         5 vagas

Gerente Administrativo
·         Formação: Ensino Superior Completo
·         6 meses de experiência
·         CNH AB
·         1 vaga

Gerente de Loja
·         Formação: Ensino Superior Completo
·         6 meses de experiência
·         1 vaga

Atendente Balconista
·         Formação: Ensino Médio Completo
·         6 meses de experiência
·         CNH AB
·         1 vaga





Auxiliar de Pessoal
·         Formação: Ensino Médio Completo
·         6 meses de experiência
·         1 vaga

Vendedor Pracista
·         Formação: Ensino Médio Completo
·         6 meses de experiência
·         10 vagas

Vendedor no Comércio
·         Formação: Ensino Médio Completo
·         6 meses de experiência
·         1 vaga





Interessados devem se dirigir a unidade do SineBahia no SAC sala 14, situada à Rua Eustáquio Bastos, 308 Centro Ilhéus.
Imprescindível portar CTPS, RG, CPF


Érico Fontes
Coordenador do SineBahia
Fone (73) 3634-9294 / 9288 / 8101-5933 / 9908-9944

Perfil 'Dilma Bolada' sai do ar nas redes sociais; autor faz segredo sobre o porquê

Perfil 'Dilma Bolada' sai do ar nas redes sociais; autor faz segredo sobre o porquê
Foto: Reprodução / Twitter
A página "Dilma Bolada" foi retirada das redes sociais nesta quarta-feira (23) pelo dono do perfil, o estudante de publicidade Jeferson Monteiro. Em sua página no Facebook, ele publicou uma pequena nota, sem dar mais explicações:
 
 
No início de maio, Monteiro foi convidado a trabalhar na campanha presidencial de Aécio Neves, mas recusou a oferta. A página ficou famosa na internet pelas piadas feitas com a presidente Dilma Rousseff e com os pré-candidatos à Presidência Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). Questionado por um seguidor se a retirada do perfil favoreceria Aécio, Monteiro respondeu que "Dilma será reeleita com o sem a minha ajuda. A grande diferença é que com a Bolada é mais justo e ela apanha menos. Aécio é completo imbecil assim como todo mundo que ta aceitando proposta pra bater na Dilma na internet". Informações BN.

Presidente do PDT de Ilhéus anuncia oficialmente apoio ao futuro deputado estadual Cosme Araújo


O presidente do diretório do Partido Democrático Trabalhista (PDT), em Ilhéus, Fred Gedeon, declarou apoio ao vereador e futuro deputado estadual, Cosme Araújo, visando às eleições de 2014.
"Cosme Araújo é um dos quadros de exemplo, de honra, e que tanto dignifica a nossa legenda em todo o estado. Quando fui vereador em Ilhéus, tive o privilegio de tê-lo como excelente colega e na oportunidade, aprendi muito a real finalidade de um vereador no município”, lembrou.   
Ainda segundo Fred, “Araújo tem sido extremamente leal e tem demonstrado compromisso com os ilheenses, no seu quarto mandato de legislador", afirmou. Além do presidente, toda a executiva do PDT ilheense endossam as palavras de Fred, e anunciaram que caminharão do mesmo lado para juntos elegerem Cosme Araújo como o Deputado Estadual mais bem votado dentro de Ilhéus e que irá representar os sulbaianos, na assembleia legislativa da Bahia. Texto e foto: Fábio Roberto – DRT/BA 6355

terça-feira, julho 22, 2014

Empreiteira que fez obra em aeroporto doou para campanha de Aécio

Empreiteira que fez obra em aeroporto doou para campanha de Aécio
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
A empresa responsável pelas obras no aeroporto de Cláudio, Vilasa Construções Ltda., doou recursos para a campanha de Aécio Neves ao governo de Minas em 2006. Além do atual senador, seu sucessor no Executivo estadual, o ex-governador Antonio Anastasia (PSDB), também recebeu doação da construtora para a campanha ao governo em 2010. Segundo as prestações de contas apresentadas à Justiça Eleitoral, Aécio recebeu três doações da empresa em 2006, totalizando R$ 67 mil. Já na disputa seguinte pelo governo mineiro, a campanha de Anastasia - que deixou o cargo em abril para disputar uma vaga no Senado, além de coordenar a elaboração do programa de governo do presidenciável tucano -, recebeu doação oficial de R$ 20 mil da construtora. Nesta segunda-feira, 21, a reportagem tentou falar com algum representante da empresa, mas ninguém atendeu o telefone na sede da construtora no início da noite. A assessoria da coligação Muda Brasil, da candidatura de Aécio à Presidência, informou que as doações foram feitas de forma legal e declaradas à Justiça, como exige a legislação eleitoral. "Nunca houve qualquer tipo de favorecimento ou discriminação em razão de doações eleitorais", afirmou a coligação por meio de nota. "Registre-se também que, em outras eleições, a mesma empresa fez doações a candidatos de outros partidos, inclusive o PT", acrescenta o documento. Nas eleições ao governo de Minas em 2006 e 2010, Aécio e Anastasia foram, respectivamente, os únicos candidatos que receberam doações da Vilasa. Aécio declarou gastos de R$ 19,4 milhões na sua disputa à reeleição ao Executivo estadual, enquanto a campanha de Anastasia declarou à Justiça Eleitoral gastos de R$ 38 milhões em 2010. Do BN.

PDT em alta rotação!!!


Félix Mendonça pai apoia a dobradinha do seu filho Félix Mendonça Junior com Cosme Araújo para Deputado Estadual 12.123

segunda-feira, julho 21, 2014

Ilhéus: Advogados confirmam que prefeitura não poderá demitir servidores efetivos

Os servidores desse período possuem direitos de estabilidade assegurados pela Constituição Federal que precisam ser respeitados.
Os servidores desse período possuem direitos de estabilidade assegurados pela Constituição Federal que precisam ser respeitados.
A Prefeitura de Ilhéus não poderá demitir os trabalhadores que ingressaram no serviço público municipal no período de 1983 a 1988 sem que antes observe a uma série de critérios, como a redução no valor da folha de pagamento com os cargos comissionados e função gratificada de no mínimo 20 por cento, suspensão de todos os contratos na administração municipal, inclusive tercerizados, além de outras medidas de ordem econômica. A confirmação foi feita durante uma mesa redonda realizada na última sexta-feira, no Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães, que contou com a participação de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), departamentos jurídicos da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e Faculdade de Ilhéus, além dos assessores jurídicos da APPI/APLB-Sindicato e Sinsepi.
Iniciando os debates, o representante do departamento de Direito da Faculdade de Ilhéus, Fábio Santos, afirmou que os servidores desse período possuem direitos de estabilidade assegurados pela Constituição Federal que precisam ser respeitados. O representante da OAB- Subseção Ilhéus, Pedro Sanches, complementou afirmando que a lei é clara quando estabelece critérios a serem seguidos para demitir os servidores que ingressaram no período de 1983 a 1988 e que o município precisa estar preparado, administrativa e financeiramente, para realizar as extinções dos contratos. Os participantes do debate não descartaram a possibilidade do prefeito estar adotando a estratégia das ameaças para intimidar os trabalhadores para não conceder os reajustes e reposições salariais.
Com base na Constituição Federal, o representante do departamento jurídico da UESC, Harrison Leite, explicou detalhes da legislação e reafirmou que o prefeito pode sim demitir os servidores efetivos, mas precisa observar todos os procedimentos previstos em lei, principalmente a anulação de todos os contratos feitos pelo atual governo municipal nos últimos anos nas áreas de saúde, educação, assistência social e outras secretarias e também os tercerizados, o que seria praticamente impossível e afetaria diretamente o funcionamento da Prefeitura. Ainda assim, o município precisa estar preparado financeiramente para garantir todos os direitos dos trabalhadores, como o pagamento das multas e recisões. O assessor jurídico do Sinsepi, Arnon Marques, confirmou que o município, perante a lei, não pode realizar as demissões e esclareceu uma série de dúvidas e questionamentos feitos pelos servidores.
O assessor jurídico da APPI/APLB-Sindicato, Iruman Contreiras, foi mais além e disse que antes de efetuar as demissões o município deve não somente observar todos esses critérios, mas também comprovar que a folha de pagamento está acima dos limites estabelecidos pela Lei e Responsabilidade Fiscal, o que até hoje não fez, inclusive em seu pareceu na ação movida pelos sindicatos, a juíza do trabalho confirma que o governo municipal não apresentou provas concretas e suficientes sobre os gastos com pessoal. Matéria do Agravo.

VAGAS DE EMPREGO AQUI!


Relação de vagas oferecidas pelo SINEBAHIA disponíveis para terça-feira dia 22 de julho de 2014.


Auxiliar de Recepção

·         Formação: Ensino Médio Completo

·         6 meses de experiência

·         1 vaga

 

Caixa de Restaurante

·         Formação: Ensino Médio Completo

·         6 meses de experiência

·         1 vaga

 

Auxiliar de Cozinha

·         Formação: Ensino Fundamental Incompleto

·         6 meses de experiência

1 vaga

 

Chapista de Lanchonete

·         Formação: Ensino Médio Completo

·         6 meses de experiência

·         1 vaga

 

Confeiteiro

·         Formação: Ensino Médio Completo

·         6 meses de experiência

·         1 vaga

·          

Empacotador

·         Formação: Ensino Médio Incompleto

·         Vaga exclusiva para PCD

·         3 vagas

 

Encarregado de Padaria

·         Formação: Ensino Médio Completo

·         6 meses de experiência

·         1 vaga

 

Cozinheiro

·         Formação: Ensino Fundamental Completo

·         6 meses de experiência

·         1 vaga

 

Costureira de Estofados

·         Formação: Ensino Fundamental Completo

·         6 meses de experiência

·         1 vaga

 

Vendedor de Serviços

·         Formação: Ensino Médio Completo

·         6 meses de experiência

·         1 vaga

·          

Trabalhador Rural

·         Formação: Ensino Fundamental Incompleto

·         6 meses de experiência

·         Experiência em cultivo de cacau, seringueira e banana da terra

·         1 vaga

 

 

 

 

 

Empregado Doméstico Diarista

·         Formação: Ensino Fundamental Completo

·         2 meses de experiência

·         1 vaga

 

Farmacêutico

·         Formação: Ensino Superior Completo

·         1 vaga

 

Operador de Máquina

·         Formação: Ensino Médio Completo

·         6 meses de experiência

·         1 vaga

 

Repositor de Supermercados

·         Formação: Ensino Medio Completo

·         6 meses de experiência

·         2 vagas

 

Vendedor Pracista

·         Formação: Ensino Médio Completo

·         6 meses de experiência

·         CNH AB

·         2 vagas

 

Interessados devem se dirigir a unidade do SineBahia no SAC sala 14, situada à Rua Eustáquio Bastos, 308 Centro Ilhéus.

Imprescindível portar CTPS, RG, CPF

 

Érico Fontes
Coordenador do SineBahia
Fone (73) 3634-9294 / 9288 / 8101-5933 / 9908-9944

domingo, julho 20, 2014

Antônio David: Dilma tem chance de vencer no primeiro turno, corre risco no segundo e sofre entre jovens e nas grandes cidades

Captura de Tela 2014-07-20 às 21.06.08
– Dos que consideram o governo Dilma ótimo/bom, 77% declaram ter a intenção de votar em Dilma (p.50). Considerando que hoje o cenário é de indefinição sobre segundo turno, e que mais ou menos um terço do eleitorado considera o governo ótimo/bom, esse dado é crucial. Esses 23% restantes representam nada menos do que entre 7% e 8% do eleitorado. Se Dilma conquistar esses 23% restantes ou boa parte dele, é grande a chance de ela ganhar a eleição no primeiro turno.
Há dois tipos de pergunta nessa pesquisa: espontânea (em que não são apresentados nomes de candidatos ao eleitor) e estimulada (em que são apresentados nomes).
– Na espontânea, chama a atenção que a maioria dos eleitores ainda está indecisa. A seguir, alguns dados sobre o perfil dos eleitores indecisos:
a) 54% ainda não sabem em quem votar. Na espontânea, Aécio tem 9%, Campos apenas 2%. Dilma, 22% (p.30)
b) As mulheres estão muito mais indecisas do que os homens (p.31). Na estimulada também (p.47)
c) Há mais indecisos na base potencial de Dilma: mais pobres e ensino fundamental (p.31), o que leva a crer que ela tem potencial de crescimento quando a campanha começar.
d) Há mais indecisos na região sul. (p.32)
– Acrescente-se aqui um dado importante: os candidatos ainda são pouco conhecidos. Inclusive Dilma. 32% dos eleitores dizem que conhecem Dilma “um pouco” e 15% “só de ouvir falar”. Esse mesmo dado para Aécio é 27% e 37%, Campos, 18% e 34%. (p.53-55). Portanto, tudo depende da campanha na TV e rádio, e dos eleitores que hoje estão indecisos e/ou não conhecem muito bem os candidatos.
– Considero ser muito importante saber como se comportam os eleitores que consideram o governo Dilmaregular. Considerando que quem considera o governo ótimo/bom tende a votar em Dilma e quem considera o governo ruim/péssimo tende a votar em outros candidatos, são os eleitores que consideram o governo regular que definirão a eleição. Hoje, mais de um terço encaixam-se nesse perfil. Como se comportam esses eleitores?
a) Na espontânea, 62% dos que consideram o governo Dilma regular não sabem em quem votar (p.34).
b) Na estimulada, apenas 30% declararam ter a intenção de votar nela. 31% ou não sabem ou pretendem votar em branco/nulo, e 40% em outros candidatos. [Dá 101% por conta dos arredondamentos]. Mas deste universo, 31% dizem que não votam em Dilma de jeito nenhum (p.66). Então, tirando 30% que votam nela e 31% que não votam nela, sobram expressivos 39%! Esses em particular definirão a eleição.
c) Entre os que consideram o governo Dilma regular, num segundo turno Dilma x Aécio, 43% votam em Aécio e 40% em Dilma. Na polarização PT x PSDB (petismo x antipetismo) a grande maioria se posiciona.
– Reparem na página 35 que 48% dos que dizem votar em Aécio na estimulada dizem não saber em quem votar na espontânea. No caso de Campos, é 56%. No caso de Dilma, 38%. Ou seja, por enquanto os oposicionaistas têm uma pequena vantagem entre os eleitores indecisos.
– Em relação à evolução da pesquisa estimulada (p.37), não se pode esquecer que nesses 5 meses Aécio só fez campanha; Dilma quase não fez. É natural que ele tenha subido um pouco e a diferença tenha caído.
– Um dado interessante na página 37: comparando a pesquisa de maio com essa, Dilma e Aécio estão estáveis, Campos caiu um pouco, e aumentou de 8% para 14% o percentual dos que dizem não saber em quem votar na estimulada. Ou seja, aumentou o percentual de indecisos. Como a avaliação do governo Dilma está estável, isso talvez decorra do fato de ter havido muita “campanha” de Aécio e Campos nos últimos meses, através da imprensa, sem que tenha havido campanha de Dilma na mesma proporção. Ou seja, campanha faz muita diferença.
– Nas páginas 42 e 44, reparem que essa variação (aumento de indecisos entre maio e junho) foi maior justamente na base potencial de Dilma: eleitores com ensino fundamental e mais pobres.
– Onde Dilma tem dificuldade?
a) Nas páginas 38, 48 e 64, está claro que o gargalo de Dilma é o Sudeste. Até no Sul Dilma tem folga (p.46).
b) Dilma está com dificuldade entre os mais jovens (páginas 47, 63 e 71) e grandes cidades (páginas 48, 64 e 72). Na tabela referente a segundo turno, dá pra ver que a dificuldade se estende à faixa de 2 a 5 SM e ensino médio (p.71). Ou seja: jovens em grandes cidades, que estudaram, mas ganham relativamente pouco (mas mais do que seus pais) e que não têm a memória do governo FHC, hiperinflação, desemprego etc. Acho que o sentimento é de grandes expectativas (criadas pelo lulismo) aliado a uma certa frustração e talvez a um certo sentimento de estagnação. A ver.
– Reparem na relativa pulverização do voto entre os mais jovens, 16 a 24 anos (p.47). Os mais velhos são mais conservadores, apegam-se àquilo que lhes dá mais segurança. Comparados aos mais velhos, é mais forte entre os jovens a busca por alternativas. Mas não se deve hiperdimensionar esse dado. Mesmo assim, também entre os mais jovens predomina a polarização petismo x antipetismo.
– Havendo segundo turno entre Dilma e Aécio, 55% dos eleitores de Campos votariam em Aécio contra 26% em Dilma (p.75).
– Um dado triste para a esquerda: havendo segundo turno entre Dilma e Aécio, 64% dos eleitores de Luciana Genro votam Aécio e apenas 20% em Dilma; 50% dos eleitores de Zé Maria votam em Aécio, contra 28% em Dilma. Portanto, a polarização que domina a sociedade é mesmo petismo x antipetismo (p.75).
– Dessa vez eles não perguntaram se a pessoa votaria em um candidato apoiado por Lula ou por FHC etc. Também não perguntaram sobre percepção e expectativas quanto a inflação, desemprego etc. Estranho terem omitido isso. Esses dados são importantes. Uma pesquisa anterior mostrou que FHC é péssimo cabo eleitoral ao passo que Lula é ótimo cabo eleitoral.
– Em resumo: Dilma tem chances reais de ganhar no primeiro turno. Na campanha ela tem boas condições de crescer e fazer a diferença entre ela e os demais aumentar. Mas, se houver segundo turno, eu diria como sendo razoável a chance de Dilma perder.
PS do Viomundo: Faz tempo que insisto que o PT, em vez de falar aos jovens das regiões metropolitanas, resolveu cair na esparrela de que as manifestações de 2013 foram coisa apenas de “coxinhas”, uma tese desmiolada que ganhou grande alcance graças à própria blogosfera. Em vez de pensar sobre o problema, foca na ínfima minoria dos que adotam a tática black bloc. Abraça a fulanização da política: Sininho, que não importância alguma, é usada para mascarar o problema real da falta de canais para o engajamento dos jovens na política. Os discursos raivosos contra os black blocs e a Sininho geram muitos cliques e audiência para a blogosfera. Mas os problemas reais dos quais eles derivam ficam intocados. É como se não tivessemos uma crise urbana, que atinge da qualidade do transporte público à falta de opções de lazer para os jovens. Infelizmente para o PT e felizmente para Aécio, os avestruzes ganharam o debate.
Matéria do Viomundo.